Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


A irrigação é uma técnica milenar utilizada na agricultura que tem por objetivo o fornecimento controlado de água para as plantas em quantidade suficiente e no momento certo. Entre os vários tipos, a irrigação por gotejamento vem se destacando pela economia na quantidade de água utilizada.

 

No sistema por gotejamento, a água é aplicada em baixas vazões de forma pontual tanto na superfície quanto na subsuperfície do solo, ou seja, de forma subterrânea. Os emissores utilizados são os gotejadores, instalados junto às plantas, de forma que apliquem a lâmina d’água necessária à cultura e proporcionem o umedecimento mínimo do volume no solo na zona das raízes.

 

A engenheira agrônoma, Flaviany Procópio, explica que a irrigação por gotejamento possui muitas vantagens. “O produtor tem uma maior produção, melhor qualidade dos produtos, eliminação da dependência das chuvas, promove a umidade necessária as raízes no tempo certo e melhora o aproveitamento pelas plantas dos nutrientes fornecidos”, afirma.

 

Ainda segundo Flaviany, a irrigação por gotejamento é mais indicada para situações onde há pouca disponibilidade de água. Este tipo de irrigação é adaptável a todas as culturas, desde fruteiras e hortaliças até os cultivos em larga escala, como grãos.

 

Quanto ao solo, a irrigação por gotejamento é recomendada para qualquer tipo de solo, desde os arenosos, com baixa capacidade de retenção de água, até os muito argilosos, com baixa velocidade de infiltração de água. Ainda segundo Flaviany, é fundamental conhecer bem as características físicas do solo e ajustar o projeto e o manejo de acordo com elas.

 

Investimento

 

O custo de investimento varia de acordo com o grau de automação do projeto. Quanto maior a sofisticação e automação do sistema, maior será o custo de implantação e menor o desperdício de água e o custo com energia.