Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Ampliar o conhecimento sobre o trabalho em grupo desenvolvido pelas associações e cooperativas foi o objetivo da visita técnica realizada pelos alunos do curso Técnico em Agronegócio dos polos de Indiaroba e Tobias Barreto. Durante visita, os alunos conversaram com dirigentes de associações e cooperativas e conheceram na prática como elas funcionam.

Os alunos do polo de Indiaroba visitaram a Cooperativa de Produção, Comercialização e Prestação de Serviços dos agricultores familiares de Indiaroba (Cooperafir) e tiraram todas as dúvidas sobre as atividades desenvolvidas pela cooperativa, que conta com mais de 200 produtores rurais associados.

“Muito proveitosa esta saída a campo porque existe um mito de que a cooperativa não deu certo e não dará certo. Estamos vendo uma prova viva que pode dar certo desde que feita com produtores comprometidos e a direção comprometida. Fica bem mais fácil aprender na prática a disciplina de associativismo. O passo a passo da coisa de como acontece. A gente vê no livro os resultados e aqui é na prática”, afirmou o aluno José Gonçalo dos Santos.

Aluno do curso Técnico em Agronegócio do polo presencial de Indiaroba, José Gonçalo

O Produtor rural e aluno do curso, Fábio Davi, ficou tão interessado no tema que decidiu fazer parte da Cooperafir. Segundo Fábio, a visita superou as expectativas.  “Já havia a pretensão. Já conhecia através dos estudos do curso sobre cooperativa, mas com o relato do presidente neste dia de campo surpreendeu as minhas expectativas. Se eu já tinha uma boa impressão, hoje surpreendeu mais ainda, por isso fiz o preenchimento da minha ficha”, explica Fábio.

Aluno Fábio Davi se filiou à cooperativa durante visita

O presidente da Cooperafir, Marcos Paulo Pereira, enfatizou a importância do contato dos alunos do curso Técnico em Agronegócio com a cooperativa. “É muito importante receber a visita desses alunos para eles conheceram a nossa realidade. A cooperativa é algo que vem dando certo em nosso estado. Éramos três e hoje somos mais de 35 no estado. Dentro deste novo arranjo, é importante que essa equipe de novos formandos virem técnicos e alguns possam trabalhar com a gente”.

Tobias Barreto

Os alunos do polo de Tobias Barreto visitaram a Cooperativa de Crédito Rural e também tiraram dúvidas sobre o funcionamento da cooperativa e suas principais atividades.

Alunos do polo presencial de Tobias Barreto

A pedagoga do Senar/SE Carla Aparecida da Silva Santos explica que o curso é a distância, mas possui encontros presenciais e saídas a campo, uma oportunidade de aprender na prática o conteúdo da disciplina estudada e conhecer possíveis mercados de trabalho.

“A atividade prática corrobora o que é estudado em sala de aula. A partir da experiência vivida em uma atividade prática, ele constrói e até mesmo “desconstrói” algumas opiniões formadas em determinado tema. Este tipo de atividade permite ao aluno uma aprendizagem significativa, baseada naquilo que ele já conhecia, uns de forma mais profunda, outros de forma mais superficial, mas todos ressignificam seu conhecimento através deste momento”, afirma Carla.

Presidente da Cooperafir, Marcos Paulo Pereira, recebendo material do Senar/SE