Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Os produtores de goiaba, acerola, manga e maracujá do Alto Sertão Sergipano estão sendo atendidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar/SE. O produtor José Henrique Soares cultiva goiaba e acerola, no município de Canindé de São Francisco, e estava enfrentando dificuldades por causa das pragas.

 

José Henrique Soares é um dos 30 produtores atendidos na cadeia da fruticultura. Quando ele iniciou a assistência técnica na sua propriedade, os talhões de goiaba estavam se renovando e faltava atenção no controle das plantas invasoras e das pragas, principalmente do psilideo.

 

A técnica de campo e engenheira agrônoma, Paula Yaguiu, explica que com as orientações técnicas o produtor José Henrique passou a observar melhor o início do surgimento das pragas, tanto na acerola como na goiaba, o que facilitou o controle com pequena quantidade de inseticida.

 

Ainda segundo Paula, outra orientação técnica importante foi a adubação foliar da goiaba e da acerola. “A adubação foliar é uma prática comum adotada pelos produtores de frutíferas comerciais nessa região e visa suplementar a planta com nutrientes que não são aplicados via solo. No caso da goiaba e da acerola, os adubos foliares têm principalmente cálcio e boro que são elementos que estimulam a brotação floral, o pegamento de frutos e promovem a uniformidade da produção”, explica.

 

O produtor José Henrique Soares destaca a importância do programa. “A assistência tem me ajudado muito com o controle das pragas e no manejo das atividades. Tenho melhorado a questão da percepção do início dos ataques dos fungos. A assistência tem me ajudado nisso”, afirma.

As frutas produzidas por José Henrique são comercializadas no mercado local e para as cidades de Feira de Santana e Salvador. O produtor José Henrique explica que com o programa de assistência ele voltou a anotar todos os seus custos.

 

“A questão do custo da produção antes passava despercebida. Eu fazia essas anotações, mas não tão detalhada. Era só a questão da produtividade e a parte de vendas. Com a assistência do Senar, eu voltei a fazer com muito mais detalhes e com isso a gente tem uma ideia exata do que está acontecendo”, destaca José Henrique.

 

AgroNordeste

 

A assistência técnica e gerencial do Senar integra as ações do programa AgroNordeste, um plano de ação criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) desenvolvido em parceria com o Senar e a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater). O objetivo do programa é desenvolver a região, auxiliando os produtores a expandirem a produção e a comercialização.