Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Destaque nas ações de promoção social do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR/SE, o Saúde no Campo realizou a última edição em 2017 no dia 10/12, no Povoado Rita Cacete, na cidade de São Cristóvão. O balanço dos resultados apresentados nas quatro edições do programa aponta para um grande impacto social decorrente das ações, que terão continuidade em 2018.

Com o objetivo de estimular os cuidados com a saúde dos homens e das mulheres residentes na área rural do estado, o “Saúde no Campo” mobilizou a equipe do SENAR/SE em quatro edições, realizadas nos últimos meses de 2017. Durante as ações, foram realizados exames preventivos em 376 homens e 311 mulheres, com casos diagnosticados e levados a conhecimento da gestão de saúde dos municípios para que providenciem o tratamento adequado. “Esse programa é de extrema importância, pois desperta no nosso público a consciência para o cuidado com a saúde, além de proporcionar a realização de um grande número de atendimentos e exames em um único dia”, avalia Célio Dantas, Gerente de Educação Profissional do SENAR/SE.

A dinâmica do Saúde no Campo contempla não apenas a realização de exames, mas, de palestras educativas, com foco na higiene pessoal, cuidados que devem ser adotados para evitar as doenças sexualmente transmissíveis, além da divulgação de sinais que levam a reconhecer o contágio em seu estágio inicial. “A logística apresentada pelo Programa é muito eficiente, já que a realização da palestra educativa diminui o tempo de atendimento em consulta, fazendo com que um grande número de pessoas possa ser examinado em um único dia, além de propagar a divulgação de informações de grande relevância para a prevenção de doenças”, explica o urologista Yoichi Kuwano, que participou da última edição do programa.

A continuidade do programa está garantida. “O Programa Saúde no Campo provou, por meio das quatro edições realizadas, que este olhar para a população rural, que tem difícil acesso aos serviços de saúde, é de extrema importância. Nós fizemos uma avaliação dos resultados apresentados e constatamos que o seu impacto social justifica a sua manutenção. Em 2018, vamos aprimorar a dinâmica do programa, levando mais informação e saúde ao produtor, trabalhador e família Rural  sergipanos”, anuncia o Presidente do Sistema FAESE/SENAR, Ivan Sobral.