Bem-vindo ao SENAR SERGIPE
(79) 3211-3264 | (79) 3214-6817

O que você procura?



O sucesso da transformação social de produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar Sergipe, através do Agronordeste foi destacado durante a visita da Ministra da Agricultura Tereza Cristina ao estado de Sergipe nesta sexta-feira (25).

 

O presidente do Sistema Faese/Senar, Ivan Sobral a recepcionou, junto com outras autoridades ainda no aeroporto de Paulo Afonso, de onde seguiu para o assentamento Jacaré Curituba para entregar títulos definitivos de propriedade rural aos assentados daquela comunidade.

 

“Eu iniciei minha missão como Ministra da Agricultura, neste assentamento e estou finalizando essa etapa aqui, para cumprir uma promessa que fiz de ajudar os agricultores nordestinos”, enalteceu durante a solenidade. Foram entregues 393 títulos definitivos no Jacaré Curituba, o maior assentamento irrigado da América Latina.

 

“A regularização fundiária tem sido o norte do governo, mas isso só foi possível com um trabalho realizado em conjunto, unindo forças para trazer a liberdade que esse povo precisava”, ressaltou o governador Belivaldo Chagas durante o discurso.

 

Homenagem ao Agronordeste

 

Durante o evento, dois produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar/SE, através do Agronordeste, foram homenageados pelo desempenho alcançado durante o período de dois anos de assistência. Uma delas foi a produtora de lácteos Regina Cardoso, de Nossa Senhora da Glória, ela investiu tudo que tinha na produção de queijo, adquiriu os equipamentos adequados às exigências dos órgãos fiscalizadores, câmara fria e todo o material exigido. Com a assistência aprendeu a gerenciar a produtividade da queijaria, assim, aumentou de 600 para 1300 litros de leite processados no dia para produção de queijo e manteiga.  Além disso, a Quero Mais laticínios foi a primeira queijaria do Programa Agronordeste a alcançar o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), que garante a qualidade dos produtos.

 

Já Carlos Aberto é produtor de leite, em Nossa Senhora da Glória, ao longo dos anos de assistência, a ordenha que era manual, passou a ser mecânica. Em 2020, deu outro grande passo, com a inseminação artificial. O melhoramento genético já trouxe resultados positivos, com o nascimento de bezerras inseminadas por ele. Segundo Alberto, a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) foi extremamente importante para o seu crescimento na área. “Passei de uma produção diária de 67 litros de leite, em 2017, para 600 litros, em 2021, com média de produção de 20,5 litros de leite por vaca”, disse.

 

De acordo com a Ministra da Agricultura, com os investimentos do BID, a intenção é continuar com o Agronordeste, criado no início da sua gestão.

 

Em Sergipe, o programa Agronordeste finaliza este ano um grupo de 434 produtores das cadeias da Agroindústria, Fruticultura e Bovinocultura de Leite, esta última com resultados de aumento de lucro de 150%. Na Fruticultura, o aumento na margem bruta foi de 159% dos 33 produtores assistidos nesta cadeia.

 

“Foi um dia muito especial para nós, saber do sucesso dos produtores que receberam a assistência técnica e gerencial durante o período de dois anos, agora têm maior produtividade e impulsionam o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural de toda a região.”, reforça o presidente do Sistema Faese Senar, Ivan Sobral, , que aproveitou o momento para realizar a entrega da homenagem à Ministra Tereza Cristina pelas ações voltadas ao desenvolvimento do setor agropecuário, homenagem que seria entre durante o Sealba Agroshow, mas ela não compareceu porque foi acometida à época pela Covid-19.


Mais informações sobre o Agronordeste

 

O Agronordeste é um plano de ação elaborado pelo Governo Federal para impulsionar o desenvolvimento econômico e social sustentável do meio rural da região Nordeste.

 

Liderado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), o AgroNordeste está sendo desenvolvido em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Banco do Nordeste (BNB), o Banco do Brasil e outras instituições como INCRA, EMBRAPA, Instituto Federal De Sergipe (IFS).


Posts Relacionados

Notícias
Senar Sergipe realizará Dia de Campo em Carira com foco na Colheita do Milho
Notícias
Fertilizantes e defensivos agrícolas elevam custos de produção de milho em Sergipe, aponta pesquisa
Notícias
Trabalhadores e produtores rurais são certificados com curso gratuito de retroescavadeira em Pacatuba
Mais Notícias >

Este site utiliza tratativa baseada na Lei Geral de Proteção de Dados Lei nº 13.709/2018. Para saber mais, basta acessar nossa Política de Privacidade.