Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Sergipe – Senar/SE está realizando o curso de inseminação artificial no município de Gararu. O treinamento iniciou na terça-feira, 17, e segue até esta sexta-feira, 20.

O objetivo do curso é capacitar os produtores a utilizarem técnicas adequadas na prática de inseminação artificial na bovinocultura. O treinamento tem carga horária de 32 horas com aulas teóricas e práticas.

O instrutor do Senar/SE, Rafael de Mesquita, explica que nas aulas teóricas foram repassados conteúdos sobre definições de reprodução, vantagens e desvantagens, material para inseminação e órgão reprodutor da fêmea. Nas aulas práticas, os produtores realizaram a inseminação com a orientação do instrutor.

Segundo Rafael Mesquita, a inseminação é importante, pois os animais já nascem com seu melhoramento genético comprovado. Rafael ainda orienta os produtores que desejam inseminar.

“O produtor precisa ter um local adequado para realização da inseminação para que o animal e o inseminador não tenham nenhum acidente. Ter os materiais adequados para a inseminação e procurar sempre melhorar seu rebanho. Com os conhecimentos adquiridos neste curso, o produtor não irá ter o custo com inseminador podendo haver mais investimento na sua propriedade”, orienta.

O treinamento foi realizado em parceria com o Banco do Nordeste que apresentou a demanda ao Senar/SE. Segundo o agente de desenvolvimento, Davi Lobato de Oliveira, os produtores fazem parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico – Prodetec e apresentaram esta demanda do curso de inseminação.

“O Senar já vem fazendo um grande trabalho na nossa região acompanhando os produtores através do AGRONORDESTE. Já são três anos que estamos acompanhando os resultados e casos de sucesso. Agradecemos mais uma vez esta parceria que tem sido muito importante para os produtores do Alto Sertão”, afirma Davi.

O produtor Cledson da Silva Santos destacou a importância do curso. “Estamos apendendo a melhorar a genética dos animais através da inseminação artificial e buscar melhorias para o rebanho da gente. É a primeira vez que estou fazendo inseminação”

O produtor José Virgílio Brito disse que nunca realizou inseminação no seu rebanho e que aprendeu muito. “O curso foi muito interessante. Nós estamos aprendendo algo que estava longe sobre esta atividade. Eu ainda não fazia a inseminação na minha propriedade. Estou muito agradecido por fazer este curso”.