Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (Faese) discutiu na última terça-feira, 10, com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) diversas pautas para a agricultura e pecuária sergipana. Um dos temas apresentados foi o programa Produzir Brasil, que beneficiará 970 famílias de assentamentos em Sergipe.

 

O presidente da Faese, Ivan Sobral, explica que alguns ajustes foram propostos ao secretário-executivo do MAPA, Marcos Montes, sobre o programa Produzir Brasil, que tem por objetivo desenvolver as cadeias produtivas levando independência financeira para as famílias.

 

Alterações no Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) foi outra pauta apresentada ao MAPA, junto com o deputado federal Laércio Oliveira. A Faese propôs a modificação do número de visitas após a comunicação da perda da lavoura.

“Quando ocorre a perda da produção de milho, os produtores do Pronaf recebem apenas uma visita de perícia técnica e os produtores do Pronamp, que são os médios produtores, recebem duas visitas. A pauta apresentada ao MAPA propõe que os médios produtores também tenham apenas uma visita para dar celeridade para que o produtor possa aproveitar o que sobrou da plantação e armazenar forragem para os animais”, pontua o presidente da FAESE.

 

Ainda segundo o presidente Ivan Sobral, outras pautas importantes também foram apresentadas ao MAPA durante reunião. “Discutimos também a aquisição do milho em grãos dos produtores de Sergipe para venda balcão pela CONAB”, pontua Ivan.

 

O superintendente do MAPA em Sergipe, Haroldo Araújo, destaca que a parceria com a Faese tem trazido bons resultados para os produtores rurais sergipanos. Haroldo pontuou outras pautas importantes que foram discutidas durante reunião.

 

“Esta reunião foi muito importante porque afirma mais uma vez o trabalho de parceria entre o Ministério da Agricultura, a sua Superintendência em Sergipe e a Federação da Agricultura em Sergipe. São demandas levadas ao Governo Federal que são sempre alinhadas com os anseios dos produtores rurais. Nós apresentamos várias demandas, dentre elas o apoio do MAPA para realização das Feiras e Exposições Agropecuárias em Sergipe. Colocamos também a necessidade do fortalecimento do setor agropecuário na cadeia do milho, pedindo o processo de zoneamento do milho capim, além disso falamos do fortalecimento da Emdagro”, afirma Haroldo.