Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Na última quinta-feira, 9, a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe – Faese participou do painel com o tema “Nova Previdência e a sua importância para o Crescimento do Brasil” no hotel Quality. O evento foi realizado pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe – Acese  junto a entidades empresariais e comerciais sergipanas.

O painel contou com as palestras do Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal, e do subprocurador Federal da Advocacia Geral da União, Ávio Kalatzis de Britto. Durante encontro, as entidades empresariais e comerciais sergipanas esclareceram dúvidas sobre o tema.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe – Faese, Ivan Sobral, destacou a importância do painel para discutir um tema tão importante para todos os setores.

“Uma iniciativa que permite discutir um tema tão importante como a reforma da previdência. Precisamos abrir o debate para discutir o que for melhor para o Brasil. Quero parabenizar a Acese por trazer um tema tão importante”, afirma Ivan.

O presidente da Acese, Marco Aurélio Pinheiro destacou a importância do painel. “Nosso maior objetivo é esclarecer e tornar acessível as explicações sobre a pauta da Previdência, de maneira clara para que o cidadão curioso sobre o assunto. Está na hora do empresariado e do povo sergipano ter esclarecimentos com relação”, explicou.

O secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal, explicou alguns pontos e afirmou que a reforma preserva os direitos adquiridos. Ele também explicou algumas mudanças para o meio rural.

“Não queremos dinheiro ou ganho fiscal com a mudança do rural. A mudança não é cadastral e não arrecadatória. O rural passa a vida toda na informalidade. Trabalha e só tem a aposentadoria. A gente só tem contato com esse cara quando ele vai se aposentar. Ele é excluído do sistema. Não tem benefício por incapacidade, não se aposenta por invalidez. O que nós estamos exigindo do rural é o valor de R$ 600 anuais para o grupo. Sabe o que ele terá no futuro? Todos os benefícios”.