Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Oficinas de Queijos Artesanais e Cortes Especiais de Suínos e cordeiros estão sendo realizadas durante a 7ª Feira Agropecuária do Estado de Sergipe.  As oficinas têm por objetivo mostrar não só a técnica de produção como o mercado.

O instrutor das oficinas, Francisco Portela, explica que durante as oficinas os participantes são orientados sobre o processo de produção de queijo até chegar ao consumidor final. Segundo Protela, a população precisa buscar informações sobre o que está consumindo.

“A oficina de queijo veio não só para mostrar a técnica. A produção é a parte mais fácil do processo. Entendo que o objetivo maior é esclarecer ao público o que está por trás do queijo, o mercado, geração de emprego, cuidados sanitários. Temos um problema sério de brucelose e tuberculose bovina. Precisamos ter cuidados com a origem da matéria-prima. Para ter um bom queijo, você precisa ter um bom leite”, afirma.

O estudante de veterinária, José Silveira Santana, destaca que o curso foi muito proveitoso. “O curso foi muito produtivo. As técnicas adotadas aqui, a forma de produzir a pasteurização e todo processo. Depois da oficina experimentei e o gosto ficou muito bom”.

A novidade da 7ª Faese é a Oficina de Cortes Cordeiros que está sendo realizada pela primeira vez.  “Suíno é uma novidade porque sempre trabalhamos a parte de cordeiro. Suíno tem cortes espetaculares. As origens do bacon, presunto de parma, copa, são produtos processados que vedem aqui e precisamos conhecer como ele é tirado, a limpeza. É a carcaça da cadeia animal com os cortes bem bonitos”.

A professora Poliane Lima Santos destacou que o curso trouxe muitas novidades. “A oficina de cortes de suínos foi extremamente proveitosa. Diferente dos cortes tradicionais, aprendemos cortes gourmet, o que está no mercado emergente e valoriza tanto a carne suína. Os suínos não deixam de ser novidade. O curso foi valioso e rico neste aspecto”.