Bem-vindo ao SENAR SERGIPE
(79) 3211-3264 | (79) 3214-6817

O que você procura?




  1. Produtores atendidos pela Assistência Técnica de Gerencial (ATeG) na bovinocultura de corte participaram de encontro promovido pelo Senar Sergipe. O evento marcou um ano de assistência prestada ao grupo de produtores atendidos pelo técnico de campo Abraão Carneiro, o momento foi marcado pela apresentação de resultados alcançados ao longo desse período, mas também de conhecimento e troca de experiências.

O encontro aconteceu no último sábado (10) na Fazenda Bangolo, localizada no município de Estância. No primeiro momento a zootecnista e instrutora do Senar Annelise Aragão explicou sobre a técnica do BOI 777, uma técnica utilizada na pecuária intensiva que tem como objetivo produzir 21 arrobas em no máximo 2 anos. A técnica preconiza produzir 7 arrobas até o desmame, 7 arrobas na recria e 7 arrobas na engorda, por isso o nome: Boi 777. “A técnica é importante no planejamento da propriedade, para que o pecuarista obtenha um ganho médio interessante na produção.”, reforça a zootecnista. Além disso, foram sugeridos temas que estimulam os produtores a se aproximarem da gestão da propriedade, reconhecendo a importância da redução do tempo de permanência dos animais para a diminuição de custos.

Após a palestra e troca de informações, o técnico de campo apresentou as informações sobre os produtores que se destacaram ao aplicar as orientações recebidas durante um ano de ATeG, obtendo resultados positivos em suas fazendas. Esses produtores serviram de exemplo para incentivar os demais a adotarem as práticas recomendadas.

Entre os produtores destacados está Sileson Santos Cajé, ele aumentou sua produção em 56%, com isso, ele obteve um lucro de 50,5% , reduzindo 20,5% do custo operacional. Além disso, ele tem realizado o gerenciamento da fazenda de forma excepcional, passou a realizar o correto manejo sanitário, reprodutivo e manejo com pastagem. Com o lucro, realizou alguns investimentos como, aquisição de novilhas Nelore, instalação de sistema de irrigação, instalação de sistema creep-feeding. Já  o produtor Marcelo Melo Santos com as recomendações do Técnico de Campo conseguiu aumentar sua produção saindo de 0,77 UA/HA para 1,03 UA/AH, e consequentemente aumentou sua produtividade, além de ter conseguido realizar alguns investimentos para intensificar seu sistema produtivo.

Enquanto o Produtor Acácio Ramos Trindade ficou em primeiro lugar como Produtor Destaque por ter realizado rigorosamente as recomendações, ter seguido o planejamento e sempre que precisa solicita orientações. Com isso, ele atingiu excelentes resultados, produtivos e financeiros. Em termos de produtividade, ele aumentou sua taxa de lotação de 1,1 para 2,2UA/HA. Reduziu os custos de produção e aumentou sua Receita Bruta, atingindo uma lucratividade em 38%. O produtor Acácio também já realiza o manejo Boi 777, dentro do planejamento.

“Hoje posso afirmar que estou no caminho certo na minha propriedade e os resultados tenho certeza que no momento certo virão.“, refletiu agradecido o produtor José Francisco.

“O encontro foi um momento de aprendizado, troca de experiências e estímulo ao aprimoramento na bovinocultura de corte. Os produtores presentes puderam absorver conhecimentos valiosos para otimizar seus processos de produção, melhorar a qualidade dos animais e aumentar sua lucratividade.”, enaltece a coordenadora da Assistência Técnica e Gerencial do Senar Sergipe, Taynã Matos, que esteve presente no evento.

Com o compromisso de oferecer conhecimento e apoio aos produtores, o Sistema Faese/Senar continua investindo em programas e iniciativas que impulsionam o crescimento e a eficiência da bovinocultura de corte no estado. “A assistência técnica e gerencial é uma ferramenta poderosa para capacitar os produtores e promover o desenvolvimento sustentável do agronegócio sergipano.”, finaliza o presidente do Sistema Faese/Senar Ivan Sobral.

 


Posts Relacionados

Notícias
Sistema Faese/Senar leva conhecimento a produtores na Exporingo 2023
Notícias
De geração em geração, o Senar contribui para transformação de pequena queijaria ao laticínio
Notícias
Instituto CNA e Sistema Faese/Senar realizam dia de campo do Forrageiras para o Semiárido
Mais Notícias >

Este site utiliza tratativa baseada na Lei Geral de Proteção de Dados Lei nº 13.709/2018. Para saber mais, basta acessar nossa Política de Privacidade.