Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Onze jovens do município de Neópolis, Sergipe, estão participando do Programa Aprendizagem Rural no curso de fruticultura do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Sergipe (Senar-SE). O curso está gerado mão-de-obra qualificada para a região e oportunidade de trabalho.

O curso tem duração de um ano dividido em aulas práticas e teóricas. O aluno  Lucas de Jesus Santos, 19 anos, participa pela primeira vez dos cursos do Senar. O primeiro curso foi em horticultura e empreendedorismo realizado pelo Programa de Inicial de Formação (FIP).  A experiência foi tão enriquecedora que ele decidiu participar do curso de Aprendizagem Rural.

“É paixão. Paixão por agricultura, por isso decidir fazer mais um curso do Senar, pois quero aprender e levar esse conhecimento.  Os módulos são muito legais e o que mais gosto é a prática.  A gente aprende mais executando”, afirma Lucas.

Aluna Lucas de Jesus está fazendo 2º curso

Lucas fará o estágio pela empresa H Dantas, localizada no platô de Neópolis, produtora de coco e adubação. Os pais de Lucas trabalham na empresa há 25 anos e ele decidiu seguir o caminho dos pais.

“Ela produz coco e vende para Minas Gerais e Aracaju. Moro na empresa desde pequeno porque moro com os meus pais que trabalham lá há mais de 20 anos. Tive esta oportunidade de fazer este estágio”, disse Lucas.

Já a aluna Gabriela Gomes da Silva, 22 anos, nunca pensou em trabalhar do campo. Ela conta que os pais não são produtores rurais e ela se identificada mais com atividades de escritório.

“A minha visão antes do Senar era de que ou eu trabalhava na capital ou não tinha emprego porque Neópolis não oferece. Quando entrei no curso a minha visão ampliou não somente para emprego, como também para o estudo. Achei que meu foco seria escritório, mas o campo me fascinou porque você pode ser dinâmica e falar com pessoas”, afirmou Gabriela.

A aluna Gabriela Gomes encontrou no curso um oportunidade de crescimento

Programa

A instrutora do  módulo de fruticultura, Flaviany de Jesus, afirma que o curso é importante já que a região é produtora de frutos. O objetivo é capacitar esses jovens para que eles possam trabalhar nas empresas da região com qualificação.

“O curso é importante para região porque é uma produtora de frutos.  Muitas vezes achamos que porque estamos no Nordeste temos dificuldades hídricas, tecnologias e que estamos abaixo dos grandes centros. Uma coisa que eu tenho trabalhado com eles é que o Nordeste apesar de todas as dificuldades tem potencial para produzir e vai depender do trabalho deles. Aulas teóricas  e visitas práticas”, pontua.

Equipe técnica do Senar visitando o projeto

A empresa H Dantas, localizada em Neópolis, é uma das parcerias do programa. O gerente agrícola Hildeberto Barboza enfatiza que o programa só tem a contribuir para o desenvolvimento da empresa com a capacitação desses jovens.

“Um curso que já devia ter acontecido há mais tempo por conta as sua importância. Ainda muita dificuldade com qualificação profissional  e aqui na empresa temos muitas atividades como produção de coco, adubação, controle de pragas, levantamentos e planilhas. Esses alunos vão nos ajudar muito. Acho que tem muito acrescentar para a empresa”, enfatizou.