Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


Nossa Senhora da GlA?ria, Sergipe (14/10/2016) ai??i?? Mais de 200 participantes, entre produtores, estudantes, tAi??cnicos e especialistas do setor pecuA?rio, participaram do Dia de Mercado da PecuA?ria Leiteira, na manhA? desta sexta-feira (14/10), em Nossa Senhora da GlA?ria, (SE). Promovido pela ConfederaAi??A?o da Agricultura e PecuA?ria do Brasil (CNA) em parceria com a FederaAi??A?o da Agricultura e PecuA?ria do Estado de Sergipe (FAESE), o evento traz informaAi??Ai??es tAi??cnicas e econA?micas para que produtores rurais saibam enfrentar as adversidades do seu negA?cio, reduzindo os riscos e melhorando a gestA?o de sua empresa ou propriedade rural. O assessor tAi??cnico da ComissA?o Nacional da PecuA?ria de Leite da CNA, Thiago Rodrigues, falou sobre o objetivo do Projeto Campo Futuro e analisou os painAi??is realizados, em Sergipe, ao longo deste ano para levantar custos de produAi??A?o e gargalos da atividade. De acordo com os dados apresentados, a propriedade tAi??pica definida no municAi??pio de Nossa Senhora da GlA?ria possui rebanho com 37 animais, sendo 20 vacas, das quais 14 em lactaAi??A?o. A produAi??A?o Ai?? de 196 litros de leite por dia, predominando a raAi??a girolando 7/8. ai???Identificamos que os maiores gargalos da atividade leiteira sA?o a mA?o de obra e a alimentaAi??A?o do gado, por conta dos altos custosai???, disse Thiago. Segundo o assessor, para uma atividade leiteira rentA?vel, o produtor precisa se atentar em aprimorar a gestA?o e o controle da propriedade, reduzir os custos e maximizar a produAi??A?o. ai???O pecuarista deve ter o discernimento de que toda informaAi??A?o Ai?? importante, jA? que em tempos de crise, cada detalhe e cada centavo fazem a diferenAi??aai???, ressaltou o tAi??cnico. Na palestra ai???Gerenciamento de Propriedades de Leiteai???, apresentada pelo zootecnista e coordenador do Projeto Educampo/Labor Rural, Christiano Nascif, foi destacado que a gestA?o Ai?? fundamental para resolver problemas, promover mudanAi??as e buscar mAi??todos. ai???Ai?? preciso coletar dados tAi??cnicos e econA?micos da atividade, pois ninguAi??m gerencia nada que nA?o seja mensurA?vel. Gerenciar Ai?? ter informaAi??A?o para tomada de decisA?oai???, explicou Nascif. O zootecnista defendeu que dados de qualidade com pontualidade possibilitam uma tomada de decisA?o nacional, com seguranAi??a e tempo hA?bil. Para ele, o sucesso da atividade leiteira Ai?? ter o custo equilibrado, fazer a gestA?o, ter comprometimento, analisar escala e qualidade da produAi??A?o e ficar atento ao preAi??o. ai???Com as informaAi??Ai??es do passado, podemos, no presente, planejar um futuro mais eficiente da atividadeai???, finalizou. O quarto palestrante, o tambAi??m zootecnista e diretor da Universidade Federal de Pernambuco (UFRPE), Airon Melo, falou sobre o tema ai???UtilizaAi??A?o de palma forrageira e alternativas para alimentaAi??A?o volumosa do rebanho leiteiroai???. Segundo ele, a palma Ai?? uma planta que se adapta facilmente a vA?rios climas, inclusive no semiA?rido, jA? que ela nA?o precisa de muita umidade para produzir. ai???A cactA?cea tem se tornado a melhor alternativa de alimentaAi??A?o para o gado leiteiro em regiAi??es de extrema seca. AlAi??m de ser constituAi??da por 90% de A?gua, ela fornece 70% de energia para o animalai???, destacou. Conforme Airon, a palma forrageira aumenta a produAi??A?o ano apA?s ano, mantAi??m constantes os nutrientes, sem necessidade de conservaAi??A?o e ainda Ai?? fornecida como ingrediente em dieta animal, como fonte de fibra efetiva. ai???A palma Ai?? o ouro verde do semiA?ridoai???, afirmou Melo. O encerramento do Dia de Mercado ficou com o mAi??dico veterinA?rio e diretor da Cia. do Leite, Ronaldo Carvalho Macedo. Ele apresentou estudo de caso de produtor de leite mineiro que cometeu erros de gestA?o que impactaram na atividade. Ronaldo tambAi??m deu algumas dicas, para produtores, sobre o manejo da dieta prAi??-parto da vaca, como cortar o consumo de sal branco e mineral. Quanto Ai?? sanidade, ele afirmou que Ai?? necessA?rio vacinar contra a brucelose as bezerras de 3 a 8 meses. ai???De 1 a 4 vezes por ano, o produtor precisa vacinar o rebanho contra a leptospirose, IBR, BVD, Neospora e Campilobacterioseai???, disse. Para o produtor de leite da Nossa Senhora da GlA?ria (SE), MA?rio Goes, o Dia de Mercado Ai?? uma oportunidade de o pequeno produtor buscar conhecimento e melhorar a atividade. ai???O evento trouxe informaAi??Ai??es diferentes em cada palestra. Sem dA?vida, sA?o conhecimentos que levaremos para casa e tentaremos aplicar. Ai?? sempre bom, assuntos novos e aprimorar a produAi??A?oai???, afirmou MA?rcio. Assessoria de ComunicaAi??A?o CNA