Bem-vindo ao SENAR SERGIPE

O que você procura?


O câncer de próstata não apresenta sintomas em estágios iniciais. Para identificar a doença, é necessário realizar o exame de toque retal e o PSA. Foi com a realização desses dois exames durante ação do Saúde no Campo no município de Itaporanga que dois produtores identificaram o câncer de próstata.

O produtor rural, Geraldo Martins Santos, 55 anos, realiza todo ano o exame de PSA e nunca identificou nenhum problema. Durante a ação do Saúde no Campo no povoado Sapé, em Itaporanga, o exame de PSA deu alterado. Seu Geraldo foi diagnosticado com câncer de próstata.

“Costumava realizar todo mês esse exame de PSA, mas o de toque não. Fiquei sabendo através da minha família e fui fazer, mas deu uma alteração. Não sentia nada, nada. Nem queria fazer o exame porque achava que estava tudo certo”, explicou.

Seu Geraldo descobriu o câncer de próstata durante ação

Seu Geraldo realizou a cirurgia no 16 de outubro e hoje está se recuperando do susto. “Essas ações são importantes porque qualquer vacilo você vai embora. Esse exame é difícil da pessoa querer fazer porque fica com vergonha, mas precisa fazer”.

O produtor rural Pedro Gomes Oliveira, 73 anos, mora no povoado Sapé e nunca tinha feito o exame de PSA e toque retal. Ele conta que fez o exame primeiro no povoado Sapé e deu alterado. Em uma segunda ação do Programa Saúde no Campo, no povoado Descoberta, ele fez novamente e deu alterado confirmando o diagnóstico do câncer de próstata.

“Nunca pensei que fosse passar por uma dessas. Sentia uma ardência, mas achava que era bobagem. Não ligava. Achava que nunca ia ter nada. Era sadio e nunca fiz”, lembrou Pedro.

Seu Pedro está se recuperando da cirurgia

A filha de seu Pedro, Meire Oliveira, conta que por ter descoberto cedo o câncer, o pai fez a cirurgia e hoje está se recuperando. “Foi muito boa a ação e seria muito bom voltar porque muitas pessoas não fazem. Não procuram um médico e a ação incentiva eles irem por não pagar e ser próximo. Meu pai nunca tinha feito esse exame e incentivei ele ir. Quando fez deu uma alteração. Fez a cirurgia e graças a Deus está tudo bem agora”, afirma.

Programa Saúde no Campo

A ação tem por objetivo conscientizar homens e mulheres do campo sobre o câncer do colo do útero e o câncer de próstata. O Programa Saúde no campo acontece em Sergipe desde 2017. Durante ação, são disponibilizados 100 testes rápidos, 150 exames de citologia e 150 exames de PSA e são realizadas palestras sobre a saúde do homem e da mulher.